Especialistas comeam a sugerir que crianas passem mais tempo com eletrnicos

Lembra que sua mãe sempre dizia “Saia deste computador, menino! Isso faz mal!”? Pois a notícia de hoje veio quebrar um pouco este mito, reforçando ainda mais o estudo que diz que os smartphones não prejudicam a saúde mental dos ultra-jovens.

Segundo um artigo no blog Android Headlines, pediatras, educadores e outros experts vão começar a recomendar que as crianças passem mais tempo em frente as telas. Isso porque ao invés deles categorizarem todo o tempo gasto “em frente as telas”, agora os profissionais estão querendo diferenciar qual tipo de eletrônico está sendo usado e para qual propósito. Ou seja, é diferente uma criança estar em seu iPad jogando um game por puro entretenimento, ou estar brincando com um game educativo ou lendo um livro.

Até então, o conceito de “ficar em frente a tela’ era exclusivo para a televisão, mas devido a evolução da tecnologia nos últimos anos, os especialistas agora incluem smartphones e tablets. A partir dessa nova abordagem, eles estão começando a sugerir que eles passem até mais tempo em frente a uma tela, desde que estejam interagindo com aplicativos que aumentem sua capacidade cognitiva.

Portanto, passar bastante tempo em dispositivos que estimulem a mente pode sim ser benéfico as crianças. No entanto, se o jovem ficar em frente a um canal do Youtube o dia inteiro assistindo a desenhos animados, os especialistas ainda recomendam que os pais monitorem o tempo que seus filhos passem em frente a tela.

No fim das contas, vale a velha recomendação dos nossos avós: nada em exagero é bom, e isso independe da faixa-etária. O ideal é dedicar um tempo da sua vida para cada tipo de atividade: hora de trabalhar, de dormir, de ir a academia, de sair com os amigos, de se entreter vendo vídeos, etc.

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *