[PES 2018] Construindo uma formação tática vencedora

PES 2018

Pro Evolution Soccer 2018 ou simplesmente PES 2018, sem dúvida, é a versão mais sólida em jogabilidade, desde que a engine foi mudada. Ano após ano, a profundidade no que diz respeito ao esquema tático, sempre foi motivo de destaque na franquia.

Após PES 2016 e PES 2017, trazemos dicas preciosas para você implementar no seu plano de jogo do PES 2018. Diferentemente dos anos anteriores, em vez de focar em um time específico, vamos apresentar dicas genéricas para utilizar no time de sua preferência. Pelo terceiro ano consecutivo, o pro-player Renan Cruz contribuiu para tornar este artigo possível.

Glossário das posições dos jogadores no PES 2018

  • SS – Second Striker – SA -Segundo Atacante;
  • CF – Counter Forward – CA – Centroavante;
  • AMF – Attacking Midfield – MAT –  Meia-atacante;
  • CMF – Center Midfield – MLG – Meia-central;
  • DMF – Defense Midfield – VOL – Volante;
  • LMF/RMF – Left/Right Midfield – MLE/MLD – Meia Lateral Esquerdo/Direito;
  • CB – Center Back – ZC – Zagueiro;
  • GK – Goalkeeper – Goleiro.

Esquema: 4-3-3

Formação Tática (uma das duas opções abaixo)

PES 2018 - Formação Tática 1

PES 2018 - Formação Tática 2

Escalação

Goleiro: Sempre existirá a discussão mas, cada vez mais, os goleiros estão garantindo os resultados. O ideal é você analisar com cuidado as habilidades, pois um aspecto pode trazer muita vantagem na hora do jogo, principalmente se este mesmo contar com as técnicas de “tiro rasteiro” e “arremesso longo”.

PES 2018 - Habilitade do goleiro

Zagueiros

Para construir aquele “paredão”, também temos que saber escalar a zaga. O interessante é escalar um zagueiro mais rápido, para fazer a cobertura do lateral mais lento, assim fortalecendo o setor.

Se sua opção for por 3 zagueiros, temos que escalar o mais rápido no lugar do lateral, o segundo mais rápido para cobrir o lateral remanescente, e um mais forte para ser o homem do combate com o “CA” do adversário.

Laterais

A não ser que seu estilo seja ultra-ofensivo, o aconselhável é a utilização de um lateral ofensivo que conte com grande velocidade e outro um pouco mais defensivo. Caso queira ele bem defensivo, temos 2 opções: utilizar a instrução avançada de “Defensivo” no lateral ou até mesmo colocar como zagueiro (opção utilizada por muitos pró-players do Brasil).

Volante

Posição chave no esquema. A escalação certa pode ser a diferença entre a vitória e a derrota. Quanto mais agressivo for o seu estilo, mais rápido ele deverá ser. Caso o time escolhido não conte com este volante rápido, uma opção viável é transformar o “MLG” em volante, para evitar que o time fique exposto.

Meia de Ligação

O jogador mais importante para a transição no esquema sem dúvidas é esse jogador, tem que contar com capacidade física para ajudar na defesa e ataque, a dica de escalação para essa posição é o jogador “Meia Versátil” o famoso “jogador todo campo”.

Meia-atacante

Cérebro do time, para dar maior potencial ao time o nosso MAT tem que contar com grande qualidade nos passes, tanto curto quanto longo, jogadores como Iniesta, Verrati e Modric seriam ideais para essa função

Segundo Atacante

Velocidade e finalização são atributos que tornam esse homem “jogador perfeito” para a função, já que o mesmo é a válvula de escape para o time que enfrenta uma zaga bem postada. Grande parte das jogadas de ataque passam pelos pés desse jogador.

Primeiro Centroavante

Funciona como um falso “SA” por que ele fica preso entre o zagueiro e o lateral adversário, se escalado próximo ao lateral ofensivo do mesmo pode ser uma arma mortal para quem joga em função de contra-ataque.

Segundo Centroavante

O famoso pivô, homem de grande força física e finalização quase que impecável, são atributos que não podem faltar para a efetividade contra os famosos “paredões” defensivos, armados para não passar nada.

Por que utilizar esta tática?

Não podemos dizer que a busca pelo equilíbrio acabou, mas a cada versão do PES, encontramos os top-players brasileiros abordando um tipo de jogo e esquema. Se efetivo, torna-o cada vez mais conhecido e, consequentemente, copiado pelos adversários. A tática em questão traz a solidez defensiva, somada a um potencial altíssimo de contra-ataque.

Como já relatada na escalação anteriormente, se o jogador souber utilizar a velocidade do seu meia de ligação, com a qualidade de posse do seu meia-atacante, os contra-ataques podem ser mortais. Esta tática, inclusive, já foi testada em competições com 2 títulos em 3 campeonatos, fora o acesso à primeira divisão das divisões online, entre outros resultados.

Instruções Ofensivas

  • Estilo ofensivo: Contra-ataque / Retenção

Contra-ataque

Para quem não se importa muito com a posse de bola, é muito interessante para quem gosta de um passe final de forma longa (triângulo ou L1 + triângulo) .

Veja a aplicação na prática:

Retenção

Para quem dá prioridade à posse de bola, fortalece o estilo de quem utiliza o jogo em função de tabelas pelo centro.

Veja a aplicação na prática:

Provocador: Passe Curto

Não afasta muito os atacantes, de modo que mantém o meio e ataque compactados. Time afastado pode gerar muita dificuldade em criar jogadas, como tabelas e troca de passes curtos, tornando um ataque isolado e sem poder ofensivo. Inclusive, o GIF anterior mostra perfeitamente esta aplicação no jogo.

Área de Ataque: Centro

Como dito anteriormente, o objetivo é tornar o time mais compacto, tanto para atacar, quanto para defender.

Posicionamento: Manter Formação ou Flexível

Para quem joga em função de contra-ataque rápido, o ideal é jogar com “manter formação”. Para quem joga priorizando posse de bola, o ideal seria colocar “flexível”, devido a uma troca maior de posição para opções de passe.

Veja a aplicação na prática:

Observação: Reparem na constante movimentação dos jogadores, para criar a chance de gol.

Alcance de Apoio: 4 ou 7 barras

Para quem joga mais próximo e com posse de bola, o ideal seria 4 barras, ou até mesmo 3. Para quem joga com contra-ataque e passes longos, o uso de 7 barras seria interessante, já que os atacantes iriam se afastar um pouquinho mais. A dica é ir moldando, já que consideramos este alcance um fator muito relativo, vai muito do estilo de jogo de cada um.

Instruções Defensivas

Estilo Defensivo: Retranca

O estilo defensivo garante que a equipe volte em bloco, ou faça uma marcação mais agressiva em bloco. Preferimos o estilo retranca, pelo fato de trazer menos exposição a contra-ataques rápidos.

Veja a aplicação na prática:

Área de Contenção: Meio-Campo / Ampla

Esta configuração, vai depender muito se seu adversário joga longo ou curto. O ideal é começar a partida como “ampla”, e caso você observe que ele joga muito curto e queira pressionar mais, pode ser alterado para “meio”, para uma maior chance de apertar a marcação no campo adversário.

O GIF anterior mostra claramente o comportamento de uma contenção ampla. Em seguida, mostraremos o comportamento de uma opção pelo meio:

Pressão: Tradicional

O tradicional trará uma segurança maior em relação ao famoso “mano a mano”, fortalecendo uma cobertura e trazendo todo o time a marcar por zona.

Linha Defensiva: 5 barras

Visa equilibrar as linhas de ataque e defesa. Quanto mais barras, mais curta será a distância.

Densidade: 6 barras ou 8 barras

6 barras para quem usa lateral, pois não entra em conflito com o posicionamento. 8 barras para quem utiliza apenas um lateral, ou até mesmo 4 zagueiros fixos, como já visto em alguns casos.

Instruções avançadas

Ofensivas

Defensivo(volante): Essa opção de acionar no volante, garante que ele fique preso junto aos zagueiros.

Tiki-Taka(opcional): Se você gosta de um jogo baseado em posse de bola e linhas mais próximas, está ai uma boa estratégia avançada, sempre vai ter um jogador encostando para receber a bola.

Defensiva

Pivô contra-ataque (segundo atacante): Um centroavante, preso aos zagueiros, é sempre importante para causar uma preocupação a mais para o sistema defensivo adversário. Já que costuma-se escalar um jogador com pouca velocidade, é a alternativa ideal para ele poupar força, somente para atacar.

Extra: opção de fluída para tática

Saída de bola
Formação Tática

PES 2018 - Formação Tática 3

Por que utilizar esta tática?

A fluída é uma opção para quem não quer correr muitos riscos. A dica para quem optar por utilizar, é não mudar muito as posições, pois causará um conflito tático, e o que seria uma solução contra lacunas, será o seu maior pesadelo. Lembrando que o desenho pode variar, a depender se você optar por 2 zagueiros com 2 laterais ou 3 zagueiros com 1 lateral apenas.

Com Posse de bola
Formação Tática

PES 2018 - Formação Tática 4

Por que utilizar esta tática?

Repare que há movimentação, mas não variação de função, já que o intuito é apenas cobrir um espaço defensivo. Pouca mudança de função ajuda o time a não se cansar tanto, como o já visto em análises anteriores. Além disso, o time irá jogar mais compactado, de forma que será mais fácil recuperar bolas perdidas no ataque.

Sem Posse de Bola

Formação Tática (uma das duas opções abaixo)

PES 2018 - Formação Tática 5

PES 2018 - Formação Tática 6

Por que utilizar esta tática?

A primeira opção é para quem quer fechar o centro, principalmente se o seu adversário ataca muito em função de tabelas rápidas. O time se fechará em bloco, possibilitando maior número de interceptações, e gerando grandes oportunidades de contra-ataque.

A segunda opção é para quem quer fechar as laterais, ideal contra adversários que acionam muito os laterais na saída de bola, o que forçará o oponente a ir para o centro do campo, que é onde você contará com jogadores que sabem desarmar e criar (os volantes).

Observação: A base de parâmetros, tanto ofensivos quanto defensivos, será basicamente a mesma, a não ser que você queira adaptá-la ao seu modo de jogar.

O vídeo abaixo mostra os dois melhores jogadores do Brasil na atualidade: Guilherme “Guifera” Fonseca (atual campeão mundial) e Henrique “HenrykinhO” Mesquita (atual campeão brasileiro e atual campeão do E-brasileirão), utilizando este mesmo formato de tática:

E vocês o acharam destas dicas de formação tática? Compartilhem com a gente!

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *