Google Play Store inundada com apps recheados de propagandas pornogrficas e malware

A Google Play Store, que há pouco sofreu mudanças na porcentagem cobrada aos desenvolvedores, foi inundada por aplicativos contendo propagandas pornográficas e componentes maliciosos.

De acordo com a firma de segurança Check Point, os mais de 60 apps/jogos que conseguiram ‘burlar’ o sistema de segurança da gigante das buscas foram removidos, entretanto, antes disso eles já haviam batido a marca de mais de 3 milhões de downloads.

O malware contido nestes, chamado de ‘AdultSwine’, exibia anúncios com conteúdo impróprio para menores de idade, tentavam enganar usuários para que baixassem falsos apps de segurança, bem como induziam-nos a se registrar em aplicativos premium, que geravam despesas extras.

A maioria dos jogos tratavam-se de versões genéricas ou referências a títulos já conhecidos como Angry Birds.

Após a instalação, os apps mascaravam seus ícones, tornando mais difícil sua detecção.

Check Point revelou que os apps podiam exibir anúncios de servidores conhecidos, mas mudar para seus próprios adds — que continham conteúdo adulto e os chamados ‘scarewares’, que tentam enganar as vítimas fazendo-as baixar apps falsos para curar uma possível ‘infecção’.

A Google garante que já removeu os apps, bem como desativou a conta dos desenvolvedores responsáveis por sua publicação.

Mountain View garante que continuará a avisar possíveis vítimas que instalaram um dos apps infectados, e agradece o trabalho da Check Point, que foi rápida para identificar o problema e auxiliar milhares de usuários de Android ao redor do mundo.

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *