Zumbis, gatos e homenagens: relembre todos os easter eggs do Android at o Oreo

Desde o Android 2.3, o Google sempre coloca um easter egg no sistema, que os usuários encontram até mesmo antes do lançamento de fato da nova versão. No mais atual, temos o que ficou conhecido como “Oreoctopus”, que pode ser encontrado da mesma maneira que todos os easter eggs mais recentes.

Caso você não saiba ou não se lembre como encontrar essas surpresas escondidas, basta ir nas Configurações, Sobre o telefone, tocar em Informações de software e tocar seguidas vezes na versão do Android. Vai aparecer uma animação da versão correspondente, aí é só tocar algumas vezes mais na tela e depois segurar um tempo.

Abaixo, segue um histórico com todos os easter eggs já utilizados até hoje, em uma lista compilada pelo Android Authority. Cada um ainda tem uma breve explicação de sua história.


Sem espa




Android
05 Dez



O seu est




Android
04 Dez


Android 2.3 Gingerbread: zumbis


A primeira surpresa incluída no sistema Android foi a imagem acima, do robozinho cercado por zumbis, incluindo a mascote da versão, o biscoito de gengibre. Mas não parece que o Bugdroid corre perigo, uma vez que todos estão ocupados em seus smartphones.

A imagem foi criada por Jack Larson, artista amigo de Diane Hackborn, chefe da equipe de framwork do Android à época.

Android 3.0 Honeycomb: abelha futurista


Versão criada unicamente para tablets, o Honeycomb foi o segundo Android a trazer um easter egg, o Bugdroid abelha com visual inspirado no filme Tron: Legacy. Ao tocar a mascote, um balão aparecia com o texto “REZZZZZZZZ”, referência a um termo do universo Tron.

Apesar de pouca gente ter utilizado essa versão do sistema, ela fez jus ao filme homenageado e introduziu uma série de novidades que foram adotadas em versões posteriores, garantindo o seu legado.

Android 4.0 Ice Cream Sandwich: Nyan Cat

Seguindo com as homenagens, o Andoid 4.0 aproveitou um meme muito popular na época de seu lançamento: o Nyan Cat. Esse easter Egg consistia, basicamente, em mostrar a mascote do Android com um corpo de sanduíche de sorvete que, ao ser tocado, crescia até tomar toda a tela e, finalmente, se tornar um monte de Bugdroids Ice Cream Sandwiches.

Android 4.1 Jelly Bean: que comecem os (mini) jogos

O Android Jelly Bean foi o primeiro a trazer um joguinho como easter egg. Tudo começava com uma jujuba sorridente que, ao ser tocada algumas vezes, uma tela com várias jujubas que podiam ser movidas ao gosto do usuário aparecia. Ok, não chegava a ser um mini game de fato, mas já estava bem perto do que nos esperava nas próximas versões.

Além disso, ao tocar e segurar a tela nesse joguinho, era possível desbloquear um efeito para o Daydream – aquele recurso que o Google teve que mudar de nome depois que lançou sua plataforma de realidade virtual, e hoje se chama, simplesmente, Protetor de tela.

Android 4.4 Kit Kat: os ladrilhos

O Android Kit Kat não foi uma das maiores atualizações do sistema, apesar de ter trazido alguns bons novos recursos. Tanto que pouco mudou no número de versão (o Jelly Bean chegou até a versão 4.3. Ou seja, em tese, a versão anterior do Android teve mais novidades dentro dela mesma do que dela para a sucessora).

Enfim, no easter egg, tudo começava com uma letra K, que podia ter rodada na sua tela. Ao tocá-la, você ia para uma tela com o nome Android com a fonte e logo do chocolate que deu nome à versão. Por fim, um novo toque levava para um jogo de ladrilhos com mascotes e marcas das versões anteriores. Um passatempo bastante interessante.

Também tinha um easter egg na calculadora, que era exatamente um botão com um ovo desenhado. Ao tocar, nada acontecia, só aparecia a mensagem “Magikarp usou Splash, mas nada aconteceu”.

Android 5.0 Lollipop: Flappy Droid


Reavaliando conceitos: Samsung discutir




Android
06 Dez



Google lan




Android
05 Dez


Um dos jogos mais irritantes da história dos smartphones foi escondido no Android 5.0. A dificuldade fazia jus ao jogo original (retirado da Google Play pelo criador depois de tanta reclamação dos jogadores).

Android 6.0 Marshmallow: o retorno de Flappy Droid

O Google mudou bastante a numeração do Android Lollipop para o Marshmallow, mas pouca coisa realmente mudou na interface. E isso inclui o easter egg, um novo Flappy Bird modificado, agora com temática de marshmallows (por que será?). Ao menos foi adicionado um recurso para múltiplos jogadores nesse joguinho escondido.

Android 7.0 Nougat: dois em um

O Android Nougat teve mais de um easter egg, sendo o primeiro disponível apenas para quem testou a versão 4 do beta para desenvolvedores. Era apenas uma menção ao meme do Boaty McBoatface, surgido na Inglaterra, quando esse nome venceu um concurso por larga margem para ser o nome de um navio de pesquisa (não foi o escolhido, apesar da vitória).

No easter egg, o N, que posteriormente saberíamos tratar-se de Nougat, ficava com a expressão “Namey McNameface” em uma de suas pernas. Esse foi do tempo em que todo mundo ainda tinha esperança de o sistema chamar Nutella. Como sabemos, não foi esse o nome escolhido.

Na versão final, ganhamos outro easter egg. Baseado no jogo Neko Atsume, o novo joguinho dava gatinhos ao usuário que tocasse por um tempo o N da versão 7.0. Você podia colecionar os gatinhos, mas os recursos eram bem mais restritos do que o jogo original.

Android 8.0 Oreo: o polvo de biscoitos

E, por fim, a versão mais recente (já passamos da metade do alfabeto, hein, seu Google). O Oreoctopus voltou às origens do joguinho no Jelly Bean, só permitindo alguma interação entre o usuário e polvo

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *