Por que a Leagoo decidiu usar um processador que quase ningum conhece em 2017?

Você sabia que muito além da Qualcomm e MediaTek existem outras companhias que fabricam processadores para smartphones? Quem diria, não é mesmo? Em mercado dominado por estas duas grandes empresas, imaginar um smartphone lançado em 2017 que não tenham uma dessas marcas é extremamente curioso. Mas eis que a Leagoo, fabricante chinesa, fez uma investida exótica. Antes, vamos de números:

  • A Leagoo está listada entre as 10 maiores exportadoras de smartphone da Ásia;
  • E também é uma das 3 marcas que mais comercializam smartphones chineses internacionalmente.

A empresa também firmou, recentemente, uma parceria com o time de futebol Tottenham Hotspur. E os números de suas fábricas também não são desanimadores: com 160 mil m², cerca de 5 mil empregados, 50 linhas de montagem e uma capacidade de produção de mais de 20 milhões de smartphones por ano, a empresa pode ser considera pequena, mas já conta com números interessantes.


Com envio para o Brasil! Leagoo Kiicaa Mix entra em pr




Android
28 Ago



Kiicaa Mix: Leagoo lan




Android
26 Jul



A Leagoo revelou há pouco tempo a dupla Leagoo S8 e S8 Plus, smartphones intermediários com processador MediaTek e recursos muito interessantes para a faixa de preço de apenas US$ 299. E então, há três dias, a fabricante anunciou o T5c, um aparelho com câmera dupla, display fabricado pela Sharp e 3 GB de RAM com 32 GB de ROM, mas tudo isso roda com um processador desconhecido: o Spreadtrum SC9853I.

Na MWC 2017 a Spreadtrum, uma fabricante chinesa parceira da Intel, revelou o seu processador intermediário SC9853I baseado em ou outro processador da Intel fabricado em 14 nm com arquitetura FinFET. Isso tornou o SC9853I um chipset barato, com boa eficiência energética e poderoso para soluções em núcleos x86.

Este ano a Spreadtrum foi listada como a terceira maior fabricante mundial de chipsets em relação à fatia de mercado e com esse feito quer ser reconhecida cada vez mais como uma potência global. E para essa meta, a fabricante precisa se unir a outras empresas, como a – também em crescimento – Leagoo.


O Spreadtrum SC9853I conseguiu ser até 39% mais rápido do que o MT6750 (que equipa o LG K10 Novo) e também compete na mesma faixa do Snapdragon 430, embora a fabricante tenha realizado a competição apenas com o chipset da MediaTek. Ainda assim ele já mostra o potencial de atingir, em um futuro próximo, ótimas especificações para o mercado intermediário, especialmente em relação ao custo-benefício.

Se você se interessou no smartphone da Leagoo, você pode adquirir clicando aqui. O aparelho começará a ser enviado aos seus compradores no dia 23 de dezembro e você pagará cerca de R$ 400 reais pelo dispositivo (considere que o smartphone poderá ser taxado quando chegar ao Brasil e seu preço pode ficar um pouco maior).

Este é um investimento de longo prazo, por isso devemos ficar de olho desde agora nos primeiros planos da Spreadtrum. Imagina se daqui a alguns anos a empresa consiga ultrapassar ou ao menos chegar próximo das líderes atuais? Quanto maior competitividade entre as marcas, melhor para nós, usuários.

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *